Sua empresa está preparada para o e-Social?
7 de junho de 2019
FILOSOFIA 5’S NO AMBIENTE ORGANIZACIONAL
8 de agosto de 2019

INDICADORES DE DESEMPENHO:
Promove a maturidade da Gestão nas empresas

O que é esse tal de indicador?

Segundo a FNQ (Fundação Nacional da Qualidade), indicador que também é denominado “indicador de desempenho”, são informações quantitativas ou fatos relevantes que expressam o desempenho de um produto ou processo, em termos de eficiência, eficácia ou nível de satisfação, e que em geral, permitem acompanhar sua evolução ao longo do tempo. Exemplos: índice de lucratividade, índice de satisfação de clientes, índice de rotatividade, índice de não conformidades, taxa de gravidade de acidentes, manutenção de certificação, entre outros.

É o mesmo que KPI?

Sim, Key Performance Indicator (KPI) são os indicadores chaves de desempenho do seu negócio.

Por que utilizar?

O que não se mede não gerencia, e o que não gerencia não evolui. A empresa que está em busca de maturidade de Gestão precisa conhecer o estágio do seu negócio. Definir critérios, metas, objetivos e propósitos são essenciais para medir esse estágio de gestão, portanto é preciso estabelecer indicadores de desempenho.

Como eu faço?

Listar o que você quer medir e gerenciar, o que para VOCÊ é importante controlar? Lembrando que não é quantidade de indicadores, e sim a efetividade em medir, analisar e gerenciar os dados que vão impactar nos seus resultados. Após definir e validar os indicadores que serão gerenciados, comunique sua equipe, comunicar quer dizer tornar comum, então torne comum em sua empresa a cultura de disseminar os propósitos a perseguir e consequentemente colherás os resultados.

Qual a frequência de análise dos indicadores?

Ao definir os indicadores que serão importantes para sua empresa medir e gerenciar, a sugestão é que neste momento também seja validado a frequência de análise, como por exemplo: Indicador de rotatividade – se o histórico de rotatividade em sua empresa é baixo, você pode estabelecer como frequência de medição trimestral, ou seja, você determina o índice de frequência. A sugestão é que todo mês faça uma análise dos indicadores, e trimestralmente a realização de análise crítica de todos indicadores, fazendo análises comparativas por trimestre e estabelecendo novas ações. A regra é: Ter disciplina em gerenciar seus dados, e não basta apenas medir, mensurar, analisar é preciso saber LER os dados.

Exemplos práticos


Conclusão: Foco em Gestão por metas e resultados
Os indicadores de desempenho permitem as empresas/organizações avaliarem a efetividade das estratégias e planos adotados. Possibilita estabelecer metas e compará-las com informações internas e verificar em quais fatores a empresa está melhorando ou tendo dificuldades. Essas informações facilitam a avaliação sobre a sua competitividade no mercado de atuação. Com a medição e gerenciamento dos dados é possível identificar falhas e estabelecer correções a tempo dos desvios, corrigindo e agindo a tempo.

VAMOS COLOCAR EM PRÁTICA?